O CICLO DE SATURNO: A CONSCIÊNCIA EXPERIMENTANDO LIMITES

 

Em março de 2017 entramos num ciclo de 36 anos de regência de Saturno.

Muito tem se falado sobre isso nas redes sociais, e é importante que se tenha um entendimento profundo do que Saturno significa em nossas vidas e como ele influenciará os processos pelos quais vamos passar, sejam eles individuais ou coletivos.

 

QUAL O SIGNIFICADO DE SATURNO?

Resultado de imagem para SATURN ASTROLOGY

Saturno representa as forças de restrição. Ao contrário de Júpiter, que promove a expansão, Saturno opera de forma contrária por meio da limitação das experiências humanas. Por isso ele é um planeta que goza de má fama, conhecido como o Grande Maléfico, os astrólogos da Idade Média acreditavam que sua influência maligna trazia infortúnios, pestes e catástrofes de toda natureza.

Na verdade, Saturno não é um planeta maléfico. Como todas as manifestações do Universo, ele tem sua polaridade positiva e negativa, e cabe à nossa consciência sintonizar na polaridade certa.

O lado positivo de Saturno é a sua capacidade de criar a realidade à medida que coloca limites à matéria. Por exemplo, se não forem as mãos do oleiro o monte de barro não se transforma num vaso de cerâmica. Saturno atua como a mão do oleiro, esculpindo a realidade de cada um, de acordo com os diferentes níveis de consciência.

Por isso, Saturno poderá criar dificuldades e atrasos para pessoas com um determinado nível de consciência e para outras ele pode promover uma sólida estruturação de determinados setores da vida.

Mais uma vez, a culpa não é das estrelas. As dificuldades, limitações, atrasos e frustrações que estão acontecendo em sua vida se devem única e exclusivamente ao seu nível de consciência. Não tem a ver se você é uma pessoa boa ou má. Não se trata disso. Trata-se de quanto da sua alma você conhece e coloca à disposição do objetivo maior do seu Espírito. Quando não conhecemos nossa alma (nosso subconsciente), normalmente fazermos escolhas equivocadas e escolhemos caminhos tortuosos que não estão alinhados com a Vontade Universal.

 

QUAL O IMPACTO DE SATURNO NO CAMPO SISTÊMICO FAMILIAR?

Resultado de imagem para transgeracional

Quando analisamos um Mapa Astrológico do ponto de vista da Astrologia Sistêmica, Saturno aparece como o conjunto dos fardos carregados de geração em geração e que se manifestam como sintomas de falta de realização e prosperidade na vida.

Se no passado da família, tanto no campo materno quanto paterno, há histórias de pessoas que tiveram seus sonhos e aspirações tolhidos por forças castradoras ou cenários coletivos de escassez, então o movimento de amor negativo – proposto por Bert Hellinger – fará com que os membros descendentes do campo familiar assumam pra si a missão de redimir ou resgatar as perdas sofridas por seus antepassados.

Disso podem surgir duas crenças:

  • eu não posso me dar bem na vida se meus antepassados não conseguiram – Lei da Hierarquia, que diz que o mais velho vem primeiro em ordem de direitos.
  • eu preciso construir para eles (os antepassados) aquilo que eles não conseguiram, já que estou vivo por causa deles – É a Lei do Equilíbrio entre o Dar e Receber que impele a pessoa a “pagar” pelo fato de estar vivendo por meio de ações que reverenciem e redimam seus antepassados.

Os comportamentos que surgem dessas duas crenças, analisados outros aspectos do Mapa Astral, podem levar a pessoa a ser extremamente pessimista e se desmerecer no que se refere à prosperidade e conquista de seus sonhos (seguindo a primeira crença), ou ainda, um comportamento extremamente ambicioso que, muitas vezes, pode passar por cima dos escrúpulos mínimos para poder obter sucesso em nome daqueles do seus sistema de origem que não o conseguiram.

Nos dois casos os resultados serão negativos, pois os movimentos tanto de autossabotar o sucesso quanto de persegui-lo a qualquer preço farão com que a pessoa esqueça de si, deixando de viver a sua história para reviver a história de seus antepassados.

No final, o produto será o mesmo: frustração, fracasso, debilidade e incapacidade de se estruturar na vida.

Um preço que se paga por ter se desviado do real caminho para assumir e resgatar dores do passado sistêmico.

E O QUE SATURNO FAZ QUANDO NOS DESVIAMOS DO CAMINHO?

Resultado de imagem para SENTIDO PROIBIDO

Bom, ele coloca uma cerca, um obstáculo ou uma mureta para que não saiamos da estrada. Isso é o que chamamos de limitações, obstáculos e frustrações.

O papel de Saturno não é nos punir ou trazer má sorte. De forma alguma. Seu papel é garantir que o projeto original seja seguido. E que projeto é esse?

Ora, antes de nascer, você fez diversos acordos e planejou algumas tarefas a serem cumpridas aqui na Terra. É o que chamamos de Karma. O problema é que a densidade de nossa dimensão nos faz esquecer esses acordos e passamos a seguir a programação do meio cultural em que fomos educados.

Estude! Trabalhe! Compre! Vote! Lute! Torça! Escolha isso ou aquilo! Acredite nisso ou naquilo! São esses os comandos do mundo dos homens que acabamos seguindo e deixamos de ouvir nossa voz interior. Em vez de seguirmos o caminho da intuição, seguimos o que a televisão e as redes sociais nos dizem.

É nessa hora que Saturno entra para criar situações complicadas e até drásticas para mostrar que as idéias que abraçamos e seguimos são falsas ou vão nos levar para fora do curso combinado. Então Saturno nos manda um tsunami de contrariedade naquela área da vida em que adotamos crenças que não estão de acordo com o projeto original do nosso Espírito.

Saturno é nosso espiritual trainer, cuidando da nossa dieta (as idéias e emoções que absorvemos do ambiente) e dos nossos exercícios (os desafios que devemos vencer para elevar nosso nível de consciência).

Para sabermos qual é nosso projeto espiritual, o que viemos realmente fazer aqui, o único caminho possível é a busca do autoconhecimento.

A Astrologia é uma ferramenta extremamente eficaz para isso, pois a análise de uma Mapa Astrológico, principalmente quando se faz uma análise sistêmica do mesmo, traz evidências claras não só do papel que temos de desempenhar na vida, mas identifica os recursos com os quais nascemos e que precisamos desenvolver para que possamos cumprir esse papel com felicidade e prosperidade.

Durante uma consulta de Astrologia Sistêmica, são apontados quais os “nós” sistêmicos que são trazidos da história dos antepassados e como eles estão sabotando o seu caminho em direção ao sucesso e à prosperidade.

O que Saturno no seu Mapa Astral pode revelar sobre sua missão de vida e as crises que impedem o seu sucesso? Já pensou sobre isso?

A imagem pode conter: texto

 

QUANTO TEMPO DEMORA A INFLUÊNCIA DE SATURNO?

 

Resultado de imagem para CICLO DE SATURNO

 

Saturno é conhecido também como o planeta do tempo. As coisas com ele são demoradas. Podemos dizer que Saturno demora para nos dar as coisas, mas quando nos dá ninguém tira. Ele é o lento e laborioso construtor de realidades, sejam realidades individuais ou coletivas.

Devido a essa demora, o ciclo de Saturno dura cerca de 30 anos, ou seja, uma geração.

A cada 30 anos, mais ou menos, Saturno volta para a mesma posição no céu em que estava quando você nasceu. Por isso que entre os 29 / 30 anos as pessoas vivem a primeira volta completa de Saturno, o tão temido Retorno de Saturno.

O Retorno de Saturno é conhecido como um período de crise, a primeira crise real que se vive ao sair da juventude e ingressar no mundo adulto. Momento em que as ilusões da juventude dão com a cara no muro de pedra da realidade.

O tema é tão sensível que aparece na música de Renato Russo, “Vinte e Nove”:

E aos vinte e nove com o retorno de saturno

Decidi começar a viver

 

Normalmente, por volta dos 30 anos, muitos já passaram pelos testes do primeiro emprego e viram suas ilusões sobre a profissão e o mercado de trabalho serem solapadas pela realidade dura que é a luta pela empregabilidade. Também, muitos já tiveram a experiência do casamento ou outra forma de relacionamento a dois e testaram os limites da vida amorosa a ponto de terem de abandonar sonhos juvenis de “um amor e uma cabana”. E se existem filhos na história, isso agrega um componente de insegurança ainda mais contundente.

Portanto, sob o ponto de vista psicológico e do desenvolvimento do indivíduo, é natural que nessa idade se estabeleça uma crise. Uma crise de identidade, de valores e crenças sobre o que é a vida. O que torna isso extremamente interessante é que há um ciclo planetário que atua coincidindo com tudo isso.

 

E COLETIVAMENTE, COMO AGE O CICLO DE SATURNO?

 

Resultado de imagem para BRASIL 1985

A história da humanidade é cheia de exemplos de eventos semelhantes que voltam a acontecer depois de passados 30 anos.

Se uma determinada população, país, cultura não aprendeu a lição, ou seja, não mudou seu nível de consciência com um evento difícil do passado, com o passar de 30 anos, essa coletividade viverá algo semelhante como uma nova oportunidade para que, finalmente, ocorra a necessária elevação da consciência.

Vamos pegar o caso do Brasil.

Há 30 anos, ou seja, em 1985 nós tivemos a passagem de Saturno pelo mapa astral do Brasil bem na casa do governo, a chamada casa X. Em 2015, Saturno passou pelo mesmo setor.

Em 1985, Tancredo Neves é eleito indiretamente para presidente e acaba não assumindo, morrendo alguns dias depois da posse de seu vice, José Sarney. Em 2015, o neto de Tancredo, Aécio Neves, perde as eleições para presidente. Portanto, separados 30 anos no tempo, dois Neves têm sua subida à presidência frustrada pelas energias de Saturno.

Também em 1985 estávamos vivendo uma crise econômica sem precedentes, com inflação, desajuste nas contas públicas, desconfiança dos mercados, desvalorização da moeda. Em 2015, nós vivendo nova crise econômica. Separados no tempo, as duas crises possuem a mesma origem comum: os excessos de um Estado gigante e faminto por impostos para saldar suas crescentes dívidas.

Outro fator que sacudiu 1985 foi o aumento no número de casos da então nova doença AIDS e as dificuldades do serviço público de saúde para dar conta da epidemia. Em 2015, a epidemia de dengue e as novidades epidemiológicas febre chikungunya e Zika dão sua estréia no país, pondo em alerta um sistema falido de saúde pública.

Só esses três exemplos mostram claramente como Saturno traz de volta as mesmas questões para serem retrabalhadas pela coletividade a fim de que o ganho de consciência ocorra e, assim, a evolução espiritual coletiva aconteça.

Algumas lições não foram aprendidas pelos brasileiros em 1985. O custo disso, depois, foi o mergulho numa crise inflacionária; os fracassos do Plano Cruzado, Plano Bresser, Plano Verão; a polarização do país na eleição de Fernando Collor, motivada grandemente por um sentimento anticomunista e que colocou no poder um presidente que, mais tarde, seria cassado por corrupção.

Será que vamos continuar repetindo tudo novamente?

Se crescermos em nível de consciência e evoluirmos, Saturno nos levará para fora dessas águas tormentosas e não precisaremos mais viver naufrágios. O ideal é que os brasileiros evoluam sua consciência para além das polarizações postas nas ruas (direita versus esquerda; socialistas versus capitalistas; conservadores versus progressistas). Nós já sabemos que balançar para um lado ou para o outro não nos trouxe bons resultados.

Saturno nos pede que busquemos uma nova saída criativa, que possamos transcender nossas diferenças a ponto de, em vez de usá-las para nos agredir mutuamente, usá-las para nos fortalecer e gerar uma síntese que ilumine a consciência coletiva do Brasil e nos coloque no mundo como um referencial de fraternidade, concórdia e esperança.

Pois se não o fizermos hoje, Saturno nos visitará daqui 30 anos, inevitavelmente. E sabe-se lá o que nos reservará o ano de 2045!

 

Gostou deste artigo? Então, deixe um comentário or inscreva-se RSS feed para receber as novidades do site

Carlos Harmitt

Astrólogo e pesquisador do Pensamento Sistêmico e das Constelações Sistêmicas.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestYouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *