GOVERNO TEMER: ALTA TENSÃO ASTROLÓGICA NO MAPA ASTRAL DO BRASIL

 

Pela terceira vez desde a redemocratização do país, em 1985, um vice-presidente assume em caráter definitivo a Presidência da República.

Na sequência histórica tivemos José Sarney, com a morte de Tancredo Neves; Itamar Franco, com o impeachment de Fernando Collor; e Michel Temer, com a retirada do mandato de Dilma Rousseff.

Debaixo de um céu pra lá de tenso – astrologicamente falando – Michel Temer assume o cargo de presidente de forma efetiva, porém não sem controvérsias e forte oposição dos movimentos sociais.

No momento da posse efetiva, em 31 de agosto de 2016, às 16h48 min, sobre o céu de Brasília configurava-se um arranjo astrológico bastante peculiar e preocupante.

Como você pode observar na figura abaixo, o signo de Aquário estava ocupando o Ascendente, um indicativo forte da situação inusitada e fora dos padrões normais.

Aquário é regido por Urano, um planeta de rupturas, o qual define bem a natureza da troca de poder em Brasília.  É também um planeta de levantes e de revoluções populares, o que se confirma com a quase imediata reação de alguns setores populares que saíram à rua em protestos que foram recebidos com violência pela polícia.

O que Aquário no ascendente nos diz?

O governo Temer, enquanto durar, não terá estabilidade!

O MOMENTO DA POSSE DE TEMER: UMA CRUZ SE FORMA NO CÉU DE BRASÍLIA

Veja o mapa astrológico do momento da posse:

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

O Meio do Céu (MC) que representa o poder de comando e reconhecimento do novo governo está ocupado por Escorpião, regido por Plutão, o senhor das transformações radicais e inevitáveis.

Mas Plutão também rege o crime organizado, a máfia e todos os tipos de organizações secretas por trás do poder aparente.

Nessa posição, é de se esperar que o governo Temer cumpra aquilo que seus opositores já declaram  faz tempo: que ele será uma marionete nas mãos da elite política inescrupulosa que toma de assalto os cofres públicos há gerações.

Além do que, o sextil que Plutão faz com Netuno sugere uma aliança nebulosa e a presença de eminências pardas selando acordos na calada da noite. Algo bem Netuniano, o senhor das ilusões, trapaças e fraudes.

O lado bom é que o trígono de Plutão com o Sol, que está na casa VII – a casa da opinião pública e da oposição direta ao governo -, trará à luz do dia todas as tramoias de seu governo em conjunto com as do passado recente que já vem sendo expostas pela Operação Lava Jato.

Mas o ponto nevrálgico do mapa astral da posse de Temer está na configuração chamada de Cruz-T (o triângulo vermelho circunscrito na esfera celeste do mapa astral da posse).

A união do Sol e da Lua (Lua Nova) na casa VII em dura oposição à Netuno, trazendo à tona as farsas e corrupções típicas de Netuno vão impactar na conjunção de Marte e Saturno na casa X, a casa do poder.

Trocando em miúdos, ao assumir o cargo de presidente, Michel Temer, que até então estava meio à margem da Lava Jato (embora tenha sido citado em delações), vai se colocar no olho do furacão.

Do ponto de vista sistêmico, é ele agora que ocupa o cargo que está sendo alvo de influxos astrais de exposição das sombras.

E sombras nos palácios do poder não faltam!

Ele terá que negociar com os setores obscuros que tomaram de assalto o Palácio do Planalto, aplacar a ira da oposição ao seu governo e blindar-se contra ventos fortes que virão sobre ele oriundos de investigações da Polícia Federal e do Supremo Tribunal Federal.

A quadratura entre Plutão e Urano, embora distante e separativa, tem ainda potencial para que algum evento surpreendente e repentino venha mudar radicalmente o poder em Brasília novamente.

Com Urano em cena podemos sugerir mil surpresas que poderiam alterar o jogo político, mas justamente aqueles que não nos passam pela cabeça são os mais prováveis de acontecer.

Mas uma coisa é certa:

Temer será mais fustigado por tempestades do que foi a própria Dilma!

A presença de Marte e Saturno na casa X recebendo as quadraturas da Lua Nova em Virgem e de Netuno em Peixes poderão inclusive criar situações de ameaça à integridade física do novo presidente.

Como existe a presença forte de Plutão e Netuno no mapa da posse, é de se esperar que as reações do governo contra a oposição político-partidária e popular venham contar com o uso da força violenta (Plutão) e de medidas restritivas dos direitos (Netuno).

Mas, como as energias do momento da posse de Temer impactam o coletivo da nação brasileira?

A CRUZ NO CÉU DE BRASÍLIA ATIVA PONTO CÁRMICO DO MAPA ASTRAL DO BRASIL

Quando cruzamos os dois mapas, o do momento da posse de Temer e do Brasil, vemos com grande assombro que a Cruz-T que se formou no céu de Brasília no dia 31 de agosto se encaixa quase que perfeitamente nos mesmos eixos envolvendo as casas I, VII e X de ambos os mapas.

Veja abaixo o mapa do Brasil:

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Ou seja, o governo Temer ainda carregará todas as influências da passagem de Saturno pela casa X (poder) que vem atuando no Brasil.

Saturno entrou em Sagitário (signo do governo do país) em dezembro de 2014, logo após a reeleição de Dilma e vai ficar nesse signo até dezembro de 2017.

Podemos ver que as datas do trânsito de Saturno se encaixam perfeitamente com o início da crise de governabilidade que Dilma enfrentou logo após a eleição e que foi articulada para pavimentar o caminho para a sua deposição.

Temos então que Temer herda essa influência astrológica, uma vez que ele agora personifica o governo brasileiro.

É ele que assume o lugar da vidraça!

É de se esperar que 2017 será um ano dificílimo para o presidente, especialmente quando Saturno, em seu trânsito por Sagitário fizer uma quadratura exata com Mercúrio na casa VII no primeiro trimestre do ano. Assista ao vídeo MARTE E SATURNO ENCURRALANDO TEMER clicando aqui

Saturno em quadratura com Mercúrio tradicionalmente revela um atrito entre as vozes que clamam por mudanças e a rigidez de um governo que poderá impor limites às manifestações públicas.

Será um momento também em que acabará a “lua de mel” com certos setores da imprensa  e o noticiário voltará a mira para o governo Temer.

No primeiro trimestre, medidas de austeridade serão adotadas, o que provocará reações de setores trabalhistas, especialmente servidores públicos.

Mas a grande transformação se dará mesmo quando Saturno entrar em Capricórnio, na virada de 2017 para 2018.

Janeiro de 2018 será o ponto de mutação!

Será o momento em que Saturno se colocará em posição de grande tensão pois fará quadratura com Plutão em Áries e conjunção com Urano e Netuno do mapa do Brasil.

Na última vez que Saturno passou por essa posição no mapa do Brasil, a nação viveu o seu melhor e o seu pior ao mesmo tempo.

Foi a época dos fracassados planos econômicos do governo Sarney (um vice do PMDB!), que causaram desbastecimento, descontrole da inflação, endividamento e recessão monstruosa.

Mas também foi a época da Assembleia Constituinte que nos deu a “Constituição Cidadã”, aprovada após longos embates entre os setores conservadores e progressistas, conseguindo estes últimos avançar em alguns direitos para as minorias historicamente excluídas pela elite governante.

Portanto, é de se esperar que em 2018 a luta entre conservadores e progressistas atinja seu ponto clímax.

Sem dúvida, 2018 será um ano não apenas de mudança de governo (isso se Temer durar até lá), mas principalmente de mudança de sistema político.

O ponto cármico que a Cruz-T irá tocar será a conjunção entre Júpiter e Lua que encontra-se na casa IV do Brasil.

Esta conjunção Júpiter-Lua representa a abundância de recursos naturais no país (já que a Casa IV representa a fertilidade da mãe – no caso, a mãe natureza), e também aponta para a diversidade cultural do povo (a Lua representa a população).

A Cruz-T do momento da posse de Temer se encaixa no mapa do Brasil de forma que ela se apóia em Júpiter-Lua.

Isso faz com que a configuração em Cruz-T transforme-se numa Cruz-X, onde Júpiter e Lua tornam-se o ponto focal onde convergirá toda a tensão astrológica criada no momento da posse.

Resumo da ópera, as energias enviesadas do governo Temer impactarão na identidade do povo brasileiro.

O orgulho, grandiosidade, bom humor, festividade e abundância da natureza – o país celeiro do mundo e o povo mais simpático e acolhedor do planeta – alvos de uma energia negativa que provocará uma reação.

Será que desta vez o Gigante realmente despertará?

A CRUZ CAI NAS COSTAS DE TEMER, MAS ELE NÃO É NENHUM REDENTOR

 

Se Saturno transitando por Sagitário está provocando todo esse reboliço político e econômico no país, podemos dizer que Michel Temer personifica a própria natureza saturniana, pois o seu signo ascendente é Capricórnio, cujo regente é Saturno.

Veja o mapa de Temer abaixo:

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

OBS: mapa com hora não confirmada

A Cruz-T formada no momento da posse recai no mapa de Temer ativando as casas XII, III e IX.

Saturno transitando na casa XII não é bom sinal. Indica frustrações e limitações impostas por forças ocultas, inimigos não declarados e condições debilitantes. Confusão, medo, insegurança e auto-engano poderão levar Temer a tomar decisões desalinhadas com a realidade e querer estabelecer bases em areia movediça.

Toda a frustração e insatisfação coletiva e as forças do inconsciente da população convergirão para Temer que se tornará meio esponja, meio escudo para absorver o impacto dessa onda de revez e oposição.

A cruz de todas as mazelas que até então foram creditadas ao governo anterior recairá em suas costas de forma contundente.

Temer tentará se esquivar, disfarçar sua posição, criar cortina de fumaça, mas não terá sucesso.

Mesmo com a cruz nas costas e o autovitimismo ele não ganhará a simpatia de seus opositores que poderão assistir seu governo naufragar no próprio mar de adversidades que cultivou.

Saturno é Cronos, líder dos titãs. Pai que devorava os próprios filhos.

Zeus (Júpiter) que escapou da sanha do pai, destrona-o, mandando para o encarceramento eterno seus aliados titãs.

Se tomarmos a figura saturniana como Temer, é de se esperar que virá de sua própria gente, de seus filhos e afilhados políticos, a ameaça à sua posição.

Ao constelar o arquétipo de Saturno, Michel Temer cumprirá um rito cármico cujas implicações no inconsciente coletivo da nação ainda deverão ser analisados por gerações.

Em especial quando Saturno fizer oposição à sua Lua em Gêmeos na casa VI, um indicativo que sua saúde mental será grandemente afetada.

Michel Temer, os astros não terão pena de ti.

 

UFA! MAS NÃO HÁ NADA DE POSITIVO NO HORIZONTE?

 

A crise que está ocorrendo no Brasil não é um privilégio do nosso país.

Desde que atravessamos o limiar de 2012, intensificou-se a entrada de luz no planeta todo.

Onde há mais luz, há mais sombras projetadas.

Portanto, as coisas terríveis que estão acontecendo no mundo como os atentados do Estado Islâmico, a crise dos refugiados, a guerra na Síria, a violência com requintes de crueldade e, é claro, a revelação de esquemas de corrupção política e empresarial fazem parte dessa sombra coletiva que está sendo processada pela luz galática.

Os governos – todos eles, sem exceção – compõem uma das partes mais densas dessa sombra.

Isso porque os governantes são apenas a parte visível e que está sujeita à opinião pública. Há círculos e mais círculos internos e secretos que operam por trás de cada governante. E isso não é de hoje!

Acredita-se que essa estrutura bem arquitetada de poder vem dos tempos faraônicos.

Todas as formas de poder e todas as ideologias presentes nos discursos políticos foram forjadas pelos mesmos grupos secretos.

Até mesmo as ideologias opostas!

Todo esse sistema de manipulação e alienação da população tem um objetivo: manter a riqueza nas mãos de menos de 1% da população, como você pode ver na pirâmide abaixo:

Resultado de imagem

Por isso, com a posse de Temer podemos dizer com toda a segurança do mundo que nada, absolutamente nada mudou!

Não há o comemorar.

O jogo seguiu o plano cabalmente e, apesar de todas as reviravoltas, as coisas continuam exatamente no mesmo lugar em que foram planejadas para estar.

Os cães continuam no comando supremo do maior jogo já posto em marcha na história da humanidade.

Respondendo à pergunta do subtítulo, o lado positivo é que a luz vem entrando e penetrando cada vez mais nessa zona sombria do nosso planeta que é a pirâmide do poder.

Entre os anos 2017 e 2052, a chamada Era de Saturno, tudo isso virá à tona para ser transformado.

Alguns movimentos já estão surgindo no sentido de expor e se contrapor a essa elite dominante, como o movimento Occupy Wall Street, composto em sua maioria por uma juventude mais sintonizada com as energias da luz pós-2012.

É de se esperar que algo assim ocorra no Brasil, que parte mais consciente da juventude, que está desvinculada dos rótulos políticos de esquerda ou direita, venha a se organizar em movimentos libertários.

Novos líderes, sintonizados com a luz e não com as sombras da atual estrutura política e econômica, poderão surgir no horizonte e promover uma revolução que, numa comparação histórica, será a nova Revolução Francesa.

Mas, desta vez, não será a Queda da Bastilha

Que estes ventos soprem o mais rápido possível sobre Brasília.

 

 

Gostou deste artigo? Então, deixe um comentário or inscreva-se RSS feed para receber as novidades do site

Carlos Harmitt

Astrólogo e pesquisador do Pensamento Sistêmico e das Constelações Sistêmicas.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestYouTube

4 thoughts on “GOVERNO TEMER: ALTA TENSÃO ASTROLÓGICA NO MAPA ASTRAL DO BRASIL

  1. Muito do que você escreveu eu já previa observando outros sintomas, tais como um arrependimento de Temer por ter segurado esta batata quente, com seu falso ego acreditando que ele sairia como ‘o cara’, ‘o salvador da pátria’. É visível em suas expressões o reconhecimento, melhor, a conscientização do passo em falso que deu, especialmente quando de suas viagens ao exterior, fica claro em sua expressão o susto de ver a premier da Alemanha fazer uma referência a continuidade da Lava Jato. Ali ele se conscientiza de sua fragilidade. A falta de carisma é seu ponto mais forte. Já se iniciou um processo de debandada, e os que ficarem terão o foco luminoso ao qual você se refere sobre si. Muito boas as suas previsões, as suas considerações e interpretações da figura saturniana em seu aspecto mais negativo. A encarnação desta figura e a ingenuidade em não reconhecer que teria ali a sua cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *